Bruno abre o 46º Festival de Inverno de Campina Grande e reafirma compromisso com o movimento cultural da cidade

O 46º Festival de Inverno de Campina Grande foi aberto na noite desta sexta-feira, 20, pelo prefeito Bruno Cunha Lima, no Teatro Municipal Severino Cabral. O festival é promovido pelo Instituto Solidarium, com apoio da Prefeitura de Campina Grande, além de diversas empresas e instituições. Bruno foi homenageado pelo “projeto que virou instituição”, pelas mãos da idealizadora e coordenadora Eneida Agra Maracajá, pelo empenho em voltar a realizar um dos mais tradicionais eventos culturais do país, apesar dos problemas gerados pela atual crise sanitária.

Prefeito é homenageado durante evento marcado pela emoção e apresentações regionais de alto nível

Neste ano, sob o tema “A arte na transfiguração do real”, o Festival destaca o poder das expressões artísticas para a sociedade, principalmente no período de distanciamento físico.

De acordo com Eneida, o cenário atual é de dificuldades, daí considerar a edição de 2021 como sendo o “festival da superação”, mesmo porque vai proporcionar ao povo de Campina Grande a possibilidade de festejar a vida, entender a magia da arte e desfrutar de reflexões sobre a importância da cultura num momento tão grave da vida nacional.

Bruno dançou conforme a música

Além de lembrar nomes históricos da cultura local, ela fez questão de reconhecer o esforço do prefeito Bruno Cunha Lima em dar o máximo de apoio à programação que mais uma vez projeta o nome da cidade no cenário cultural do Brasil, mesmo porque, graças ao seu formato híbrido, as atividades programadas são transmitidas, via internet, para todo o mundo.

Importância histórica

Em seguida, Bruno Cunha destacou a importância e a significação do festival como marco de retomada do calendário cultural da cidade, pois mesmo enfrentando a pandemia, Campina Grande demonstra o seu arrojo na área artística promovendo até 24 de agosto programações de música, dança, cinema, teatro e muitos outros atrativos.

Presenças marcantes

Segundo o prefeito, “o festival não é um mero evento, mas uma reconhecida instituição, sendo um patrimônio que reflete a própria imagem da cidade”. Diante disso, renovou o seu compromisso de apoiar de forma permanente o Festival de Inverno e outros grandes eventos que fazem parte da história cultural campinense.

Apresentações

Após os pronunciamentos, aconteceram as apresentações culturais. Participaram Ivanildo e Iponax Vila Nova; a Companhia Raízes, do Boi Racionais e de outros grupos culturais, como também uma palestra proferida por Antônio da Nóbrega, abordando a cultura popular no Brasil.

Acompanharam o prefeito na noite de aberturo do Festival de Inverno, a primeira-dama Juliana Figueiredo Cunha Lima, além dos secretários Raimundo Asfora Neto (Educação), Gisele Sampaio (Cultura), Gilbran Asfora (Chefia de Gabinete), João Dantas (Executivo da Cultura), Rosália Lucas (Desenvolvimento Econômico) e do presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, vereador Marinaldo Cardoso.

Codecom