Bolsonaro dá aumento a policiais na véspera de congelar salário de servidor

O presidente Jair Bolsonaro vai assinar, às 14h desta terça-feira (26), uma medida provisória que dá reajuste de até 25% para as forças de segurança do Distrito Federal. O aumento vai custar aos cofres públicos R$ 505 milhões por ano.

A decisão, confirmada pelo senador Izalci Lucas (PSDB-DF), ocorre um dia antes de acabar o prazo para a sanção do projeto de lei de socorro a estados e municípios.O projeto dá para as unidades da federação um pacote de R$ 60 bilhões pago em parcelas por quatro meses.

Em troca, as autoridades locais terão de congelar os salários no serviço público por um ano e meio.

Além do aumento no salário das forças de segurança no DF, o presidente também articulou para aprovar antes da sanção do congelamento de salários a MP que aumenta benefícios nos altos postos da PF. Bolsonaro também vai editar um decreto convocando mais concursados da Polícia Rodoviária Federal.

“A gente protocolou todos os argumentos que justificam nossa convocação, está no Ministério da Justiça, a gente está acompanhando os processos”, disse uma concursada nessa terça na porta do Palácio da Alvorada.