Atordoado pela enxurrada de insultos nas redes sociais, coronel Euller dispara ordens que levam subordinados duvidarem de sua sanidade mental

Só uma besta quadrada pode se deixar ludibriar por essas marmotas que, por nove anos, celebrizaram o coronel Euller no comando da Polícia Militar. A convocação dessas operações revela o espirito astucioso e inescrupuloso do comandante sobejamente conhecedor da carência de efetivo da instituição que comanda boa parte ociosa colocada à disposição de atividades em outros poderes, em serviços que pouco rendem para a população.

Baratinado, comandante dispara ordens que viram chacotas entre os subordinados

Quem contesta as operações não são os inimigos do comandate, mas seus próprios subordinados a indagarem nas redes sociais com qual efetivo vão cumprir as ordens estapafúrdias de um comandante em desespero para não perder o cargo e que perdeu completamente a noção do ridículo mantido apenas pela omissão de um governador aparentemente atônito com os últimos acontecimentos que nublam o setor de segurança de sua gestão.

Abaixo transcrevemos a repercussão das ordens de um comandante taxado de “bundão” e que dá sobejas razões a quem o insultou pelas ordens emanadas aos subordinados.

VIROU CHACOTA Comando da PM cria várias operações, mas, sem efetivo suficiente, policiais ironizam: “Somos imortais”

Está virando chacota dentro dos quartéis o festival de operações lançados, neste final de ano. Pelos menos quatro na ordem do dia: Operação Abono Natalino, Boas Festas, Fecha Quartel e, agora, Operação Verão, além das anteriores Nômade e Cidade Segura.

“Nada contra as operações, mas onde estão todos os policiais para atender à demanda com um efetivo tão baixo?” Indaga um oficial em redes sociais.

Outro: “Não sei onde vai arrumar tanta policia pra cada tipo de operação que vai surgindo.” Mais outro: “Essa foi determinação do comando da BPM, não se preocupem, é só para nós imortais.”
CONFIRA ALGUNS POSTAGENS…

Para quem está acostumado ao circo armado e em exibição por nove anos, o espetáculo é o mesmo sem mudar nem por e quem quiser que compre o ingresso para se divertir com o palhaço.

Redação com blog e Helder Moura