Anderson Monteiro declara que é contra reforma da previdência de João Azevêdo e cobra coerência de deputados da situação

O deputado estadual Anderson Monteiro (PSC) declarou que é contra a proposta de reforma da previdência apresentada pelo governador João Azevêdo nesta semana. Segundo o parlamentar, além de ter um pacote de maldades, o projeto está tramitando atropelando o regimento com a anuência de deputados da bancada de situação.

“Não dá nem pra dizer que a proposta está sendo debatida. Nós e nem os maiores interessados, que são os servidores estaduais, não estamos tendo nem a oportunidade de discutir os pontos da proposta. Alguns deputados estão privando a sociedade de participar da discussão. É uma vergonha”, afirmou Anderson Monteiro.

Na proposta encaminhada pelo Poder Executivo da Paraíba, a alíquota de contribuição passa de 11% para 14%, indo na contramão da reforma aprovada no Congresso Nacional que baixou para 7,5%. Não há informação concreta sobre transição e ainda retira o risco de vida dos policiais e muda as regras para pensões.

“É um absurdo que deputados do governo queiram aprovar uma proposta como essa sem discussão e ainda tolhendo o direito do povo. Falta coerência de alguns parlamentares que bradaram tanto contra a reforma do governo federal e agora fiquem calados em relação a proposta de João Azevêdo”, disse o deputado.