Clima de euforia domina a caserna com a implantação do Bolsa Desempenho

Foi de enorme satisfação o clima entre os associados das entidades contempladas com o Bolsa Desempenho. Uma luta de anos que terminou exitosa apesar de todos os atropelos e das armadilhas que a inveja e a astúcia colocaram nesse caminho de tantas altercações.

Fases de uma disputa que foi encerrada pela Justiça

Mas, por fim, a conciliação e o bom senso reinaram e as partes souberam se manter firmes e superar o clima de hostilidade que certos temperamentos imprimiram a peleja e que certas cavilações deram como contribuição para o impasse e para alongar o desfecho.

Nesse campo de luta o destemor e a serenidade das lideranças verdadeiramente comprometidas com os interesses maiores da categoria souberam vencer os obstáculos e conquistar a vitória tão debochada pelos incapazes e detratores, que enxovalharam reputações nas redes sociais num festival de infâmias e calúnias que caracteriza a vilania.

Equilíbrio e serenidade marcaram a postura do coronel

Respeitada a Justiça, esgotados os prazos, cumprida a ordem judicial, implantado os valores nos contracheques, reconhecido o direito fica a lição de que a persistência e a obstinação concedem prêmios a quem acredita na verdade como acreditaram as lideranças dos inativos.

Sem mais aquele clima beligerante que caracterizava outras gestões, os espíritos se desarmaram e souberam avaliar com clareza o papel de cada um, reconhecendo que a vocação para a conciliação e a civilidade é um atributo do novo gestor e João Azevedo teve a oportunidade de implantar nos contracheques o valor justo para cada inativo numa comprovação de que sabe o limite de sua autoridade.

João aposta na serenidade e na conciliação como forma de aparar arestas

Como ato final e como demonstração de que, não existem inimigos, mas adversários que se respeitam e que sabem o tamanho da responsabilidade de cada um as portas poderão ser abertas de lado a lado para que o entendimento não fuja pela janela.

Percebe-se um clima de harmonia e de reconhecimento no ambiente da caserna depois que os bolsos foram irrigados com o Bolsa Desempenho e aquela hostilidade que marcava o passado removida abrindo espaço para a conciliação que caracteriza o governador e as principais lideranças da Segurança Pública desmontando e desmentido os rugidos de insatisfação provocados pelo cumprimento da Lei, conclamando acintosamente à baderna e à desobediência.

Entre mortos e feridos escaparam todos e tanto João como Francisco deram uma aula de serenidade e competência na condução e no desfecho das divergências que os separavam.

Palmas para ambos.