Vereadores têm até sexta para registrar chapa encabeçada por Dinho e Bruno

Os vereadores,  Dinho e  Bruno Farias, têm até sexta-feira próxima para registrarem a chapa que lhes permitirá comandar a Câmara Municipal pelos próximos quatro anos. A antecipação da chapa teria por objetivo encerrar o clima de disputa acendrada que quase sempre se estabelece nesses embates, cujos desdobramentos revelam que os acordos de cavalheiros são feitos para não serem honrados.

Num ambiente onde a inexperiência e a probidade não é tanta e as irregularidades cometidas ao sabor das conveniências, as mais mais obscuras, onde as recomendações dos tribunais são contestadas, insolentemente, em  demonstrações de soberba que revela todo o despreparo da atual gestão, cuja Mesa Diretora é presidida por um obscuro parlamentar, reconhecido apenas pelas aberrações que patrocina.

Há uma latente desconfiança que a atual Mesa Diretora estaria tramando atropelar o acordo firmado em torno de Dinho e Bruno para manter na presidência João Corujinha. Os motivos desconhecidos, mas insinuados pelos corredores, e que dariam a certas versões, cunho de veracidade.

As irregularidades apontadas pelo TCE – e que não foram analisadas pelas comissões competentes – encobririam deslizes mais graves, que não poderiam chegar ao conhecimento do plenário sob pena da Casa cair, esmagando muitas reputações.

Bruno e Dinho precisam ficar atentos para não descascar muito abacaxi azedo.