Reunião de hoje no Centro de Convenções pode levar João atravessar o Rubicão

O famoso e lendário cavalo de Troia, um ardil bélico concebido pelos gregos para derrotar os troianos, evoluiu para um vírus capaz de desmantelar qualquer sistema engendrado pela ciência da computação tão eficaz e mortífero quanto o engenhoso cavalo de madeira da memorável batalha.

Governo de João transformado em estrebaria pelos cavalos de troia de Ricardo

Há quem reconheça que o Governo de João Azevedo está infestado desses cavalinhos inteligentes, que se disfarçam dentro de qualquer organismo para controlar, desmantelar e, por fim alcançar seus objetivos, que, em resumo seria submeter, subjugar, e derrotar o adversário.

Em muitos aspectos, a declaração de Sandra Marrocos expõe esse cenário de infestação, concebido pela política de continuidade, onde apenas João mudou de posição, guindado a chefia do Governo, mas submetido a essa “estrebaria” política que recebeu de Ricardo, onde centenas de cavalinhos de Tróia agem nas sombras, monitorando e repassando informações de interesses do Odisseu paraibano.

Sandra desmontou a autoridade de João ao declarar que o Governo é de Ricardo

São muitas as manifestações dessa tropa de choque, embutida na atual gestão, agindo sem controle e obedecendo às ordens e instruções do antecessor numa demonstração de independência e autonomia que levou a vereadora peitar o governador sem receio confiada que, de fato o Governo continua sendo de Ricardo resultado da infestação violenta de acólitos, na máquina estatal, montada nos padrões do antigo partidão russo, onde só os membros tinham acesso aos cargos do Governo.

Diante desse cenário fica claro que João reina, mas não governa, e esta constatação tenha estimulado esta reunião de hoje, segunda-feira (7), quando ele completa um ano de eleito e sirva para estabelecer um divisor de águas dentro do PSB.

João terá que imitar César e atravessar o Rubicão

A provocação acintosa de Sandra Marrocos deve ter mexido com os brios do Governador que, segundo informações de auxiliares próximos, não é de aceitar desaforos nem fugir de embates, principalmente quando não lhe oferecem mais a oportunidade do diálogo.

Portanto, essa reunião, a princípio quase secreta, pode marcar uma nova etapa na política paraibana e muita gente que sonhava com um Governo que pudesse chamar de seu, sair do Centro de Convenções com a sensação de que, meu mundo caiu.

Para muitos que acompanham essa batalha política, João terá hoje a oportunidade de atravessar o Rubicão.

 

Leave a comment