Protocolado na Câmara Municipal de Bayeux pedido de cassação do mandato de vereador que adulterou documento público por quebra de decoro parlamentar

Apesar das urnas ainda funcionarem normalmente a cada dois anos a vida não está fácil para os políticos no Brasil mesmo considerando-se todas as regalias e privilégios que constroem para eles. São muitos os desgastes da classe junto aos mais diversos segmentos da sociedade brasileira em razão dos desmandos cometidos e da falta de compromisso dos detentores de mandato para com os legítimos interesses do eleitor a cada dia mais descrente e insatisfeito.

Destino de Rony Peterson será traçado nesta Casa

Aqui na Paraíba, em particular, o que se percebe e se detecta é que antigas lideranças sumiram nas urnas, afogadas no repúdio popular depois de protagonizarem façanhas eleitorais, inesquecíveis, que deram a elas a fama de imbatíveis politicamente.

Até mesmo as mais recentes como o ex-governador Ricardo Coutinho sofrem um processo de desidratação eleitoral que deve ser medido nos próximos embates, resultado de suas incursões pelo sombrio mundo da corrupção, aquele que, em discursos e declarações estridentes combatia com o fervor dos paladinos.

Vereador deve experimentar da receita que deu a Berg

Depois da Ponte

Não tão alto nem tão distante, outra personalidade da política inicia um processo de desgaste que lhe vem arrancando a máscara da probidade com a qual iludia muita gente incauta e com a qual se ergueu da mediocridade onde habitava para os cumes da política local, espaço tão propício para estripulias, que a referida personagem já desperta a desconfiança das autoridades monetárias pela meteórica expansão de seu patrimônio supostamente consolidado com tramoias iguais a que levou uma de suas vítimas protocolarem nesta quinta-feira (17) o pedido de cassação de seu mandato na Câmara Municipal de Bayeux por quebra de decoro parlamentar.

Sessão que deve julgar o pedido de cassação de Peterson pode atrair uma multidão

Passa a tramitar na sede do parlamento municipal de Bayeux a partir desta quinta-feira o pedido de cassação do mandato do vereador Rony Peterson já conhecido como o “Voador” pela velocidade como saiu do anonimato para a consagração popular alçado por duas vezes à presidência da Casa e um dos artífices dos atropelos que afastaram o prefeito Berg Lima do mandato e do cargo.

Como a máxima do, quem com ferro fere, com ferro será ferido nunca falhou, chegou à hora do vereador conhecer os dissabores de uma exposição pública de seus atos condenáveis, e responder pelo crime de adulteração de documento público com o objetivo de aumentar o seu suspeito patrimônio.

Pedido de cassação foi protocolado nesta quinta-feira por uma das vítimas do vereador

É possível que agora Rony Peterson dê satisfações aos seus pares e desmonte a acusação do Ministério Público, que reconheceu ter ele adulterado um cheque, o que foi exaustivamente comprovado pela perícia grafotécnica, refutação que o vereador não fez até agora, limitando sua defesa apenas agredir verbalmente e a desmerecer com ofensas o portal Jampanews, que publicou a denúncia do MP junto com o laudo do IPC, e que já está tratando com advogados de responsabilizar o vil caluniador.

Rony Peterson deve correr agora com toda celeridade para escapar desse pedido de cassação do mandato protocolado nesta quinta-feira conforme cópia que publicamos no corpo da matéria.

Leave a comment