Jampa News

12/10/2017 às 08:22

STF dá um show de cumplicidade com o que existe de mais corrupto na política do país; corte “tucanou” e se sujeitou ao achincalhe da nação indignada com o grau de promiscuidade que a Justiça atingiu

Nada mais representativo da imagem do STF do que o semblante da presidente Carmem Lúcia: um verdadeiro quadro de horrores morais Nada mais representativo da imagem do STF do que o semblante da presidente Carmem Lúcia: um verdadeiro quadro de horrores morais

 Pela intensa e negativa repercussão nas redes sociais, a decisão do STF de reconhecer que a competência para julgar parlamentares é do Congresso jogou na lama o resto de credibilidade que a Justiça brasileira ainda tinha. De covarde a indecente foram esse os adjetivos que mais explodiram nas redes sociais, classificando o comportamento dos ministros da mais alta corte do país.
 
Para muitos internautas, o STF abdicou de suas prerrogativas para se mostrar cumplice do que existe de mais reprovável e abjeto na sociedade brasileira que seria hoje o Congresso visto pela imensa maioria dos brasileiros como um valhacouto de bandidos dos mais reputados, ao exemplo da figura que recebeu abrigo e proteção do Judiciário, comprovadamente envolvido em corrupção e até em ameaça de homicídio como ficou demonstrado nas gravações que o Ministério Público encaminhou para o STF.
 
Enquanto a Justiça, em suas várias esferas, continua sua perseguição implacável contra pessoas que até agora não conseguiu comprovar os crimes aludidos, promovendo invasões ilegais, retorcendo o Direito para condenar, o STF se reúne para deliberar sobre o que está fartamente comprovado e depois de muito blá-blá-blá e de muita “erudição” jurídica manda a decência para as calendas insultando o senso comum da nação, não tão estúpido como pensam que não seja capaz de enxergar o grau de cumplicidade e comprometimento que esse bando togado atingiu.
 
O portal recebeu comunicados de internautas indignados com a decisão do STF e muitos disseram que sentiram ânsias de vômito ao assistirem a sessão de ontem e outros concluíram que não há mais nada que escape da lama da corrupção nem mesmo o STF acovardado e cúmplice do que existe de mais deplorável na política do país.
 
AS TOGAS DO STF TODAS ACOVARDADAS DIANTE DA MÁFIA DO CONGRESSO !!!
 
Depois de muitas horas de julgamento, o Supremo Tribunal Federal decidiu a favor da Ação Direta de Inconstitucionalidade que pleiteava à Corte a possibilidade de o Congresso revisar o afastamento e outras medidas cautelares diversas da prisão aplicadas a parlamentares.
 
O placar foi apertado 6×5 votos. O relator da Ação, ministro Edson Fachin, destacou que a Constituição “nem de longe confere ao Poder Legislativo o poder de revisar juízos técnico-jurídicos emanados do Poder Judiciário”. Segundo o ministro, a Constituição permite ao Poder Legislativo “apenas o poder de relaxar a prisão em flagrante, forte num juízo político”.
 
Acompanharam o relator, que teve voto vencido, os ministros Luis Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux e Celso de Mello.
 
Votaram contra, ou seja, a favor dos políticos corruptos, os ministros Alexandre de Moraes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio Mello e Gilmar Mendes e a presidente da Casa, ministra Cármen Lúcia.
 
Cármen, que foi o voto decisivo, argumentou que submeter a decisão ao Congresso não significa desrespeito ao Supremo –se o desfecho fosse esse, seria por entendimento do próprio Supremo.
 
A medida tem impacto direto no caso de Aécio Neves –afastado do cargo de senador desde 26 de setembro, por decisão da Primeira Turma do STF.
 
Parece que o Exército terá que impor que a justiça seja feita.
 
Deputado diz que STF acovardou-se diante da máfia do Congresso
 
O deputado estadual Rogério Correia (PT-MG) criticou duramente o Supremo Tribunal Federal por sua decisão, nesta quarta-feira 11, que dá a palavra final do Congresso Nacional sobre o afastamento de parlamentares.
 
A decisão abre possibilidade para que sejam revistas as punições da Corte contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG), que foi afastado do cargo pela Primeira Turma do STF, assim como obrigado a se recolher noturnamente.
 
Confira a publicação de Correia:
 
STF COVARDE!
 
Eduardo Cunha foi afastado pelo STF, mas o Supremo agora tucanou e decide que Aécio Neves pedir e receber propinas não é crime a ser punido pelos magistrados: depende dos nobres colegas senadores!
 
E, claro, das negociatas para salvar Temer!
 
Ministra Carmen Lucia e sua corte são uma piada pronta!
 
Pizza para o playboy...
 
 
 
 

Fonte: Redação/portais

Comentarios da notícia

Siga-nos noTwitter

Curta nosso Facebook