Jampa News

06/08/2018 às 17:22

Sindicalista luta por igualdade direito para porte de armas, entre ativos e inativos do Sistema Penitenciário

A questão está em debate no Congresso Nacional A questão está em debate no Congresso Nacional

O presidente do Sindasp-PB, Manuel Leite de Araújo, continua lutando pela igualdade direito, entre os agentes do Sistema Penitenciário da Paraíba, no que tange ao porte de armas, pela categoria, tanto no caso dos ativos, como dos inativos, estejam em expediente de serviço, ou não.
 
A questão, segundo ele, está em debate no Congresso Nacional, através do Projeto de Lei Suplementar nº 589/2015, de autoria do dom senador José Medeiros (Podemos-MT), cujo relator é o senador paraibano José Maranhão (MDB). A matéria tramita no CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado, seguirá para a Câmara dos Deputados, quando definitivamente relatada, e, finalmente, irá à sanção presidencial, para transformar-se em lei.
 
         
Como o PLS em discussão exclui os inativos do Sistema, segundo o sindicalista, além de tolher o direito de os Agentes, no exercício da profissão, de portarem armas de fogo, fora de serviço, o Sindasp-PB apela para que o senador José Maranhão, quando se detiver na análise do mesmo, possa corrigir a alegada desigualdade. 
         
Para tanto, ele esteve com o senador paraibano, na manhã desta segunda-feira (06), reivindicando tal procedimento, e demonstra grande contentamento pelo de ter sido prontamente atendido pelo Líder emedebista. “Ele (Maranhão) se comprometeu de nos atender, nessa questão”, salienta Manuel Leite de Araújo.
         
Acompanhados do presidente do Sindasp-PB, no encontro com Maranhão, estavam outras lideranças sindicais e simpatizantes dessa luta, dentre outros, o secretário-geral do SAS-PB, Marcone Rocha, e o próprio assessor político do senador, Ednaldo Correia.
 
 

Fonte: Josinato Gomes

Notícias + Lidas