Jampa News

05/02/2019 s 11:18

Pollyanna afirma que luta contra cncer de mama deve ser travada por sociedade e todos os entes da federao

No Dia Nacional da Mamografia, comemorado nesta terça-feira (5), a deputada estadual Pollyanna Dutra (PSB) falou da preocupação com a queda do número de mamografias realizadas através do Sistema Único de Saúde (SUS). A parlamentar lembrou que a cobertura de mamografia fica em 24,1% no Brasil, bem baixo dos 70% recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS).
 
DIA NACIONAL DA MAMOGRAFIA
 
"Precisamos oferecer instrumentos e informação para que a mulher faça o exame, detecte no início e trate de imediato a doença, pois as chances de curam passam dos 90% quando isso ocorre. Nós vamos procurar a Secretaria de Saúde para falar sobre o assunto e apresentar algumas sugestões para ampliar essa cobertura. Essa é uma luta de toda a sociedade com os Governos Federal, Estadual e Municipais contra o câncer e pela vida das mulheres", observou.
 
Estudo da Sociedade Brasileira de Mastologia, em parceria com a Rede Brasileira de Pesquisa em Mastologia, revelou que o percentual de cobertura mamográfica de 2017 nas mulheres da faixa etária entre 50 e 69 anos, atendidas pelo SUS, é o menor dos últimos cinco anos. Para se ter ideia, eram esperadas 11,5 milhões de mamografias e foram realizadas apenas 2,7 milhões, uma cobertura de 24,1%, bem abaixo dos 70% recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS).
 
A Sociedade Brasileira de Mastologia preconiza a realização da mamografia anualmente para todas as mulheres a partir dos 40 anos de idade. Os números do Instituto Nacional do Câncer (Inca) indicam um sinal de alerta: 60 mil novos casos de câncer de mama podem ser diagnosticados no Brasil até 2019. Na Paraíba serão 880 novos casos este ano.
 
 
Assessoria 
 

Fonte: Assessoria