Jampa News

09/09/2018 às 06:18

Paraíba tem quarta maior taxa de analfabetismo do País e Pedro cobra medidas para reduzir número

O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) defendeu, neste sábado (8), Dia Mundial da Alfabetização, que o Ministério da Educação adote medidas urgentes para reduzir o número de analfabetos no Brasil que, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), já chegam a 11,8 milhões no País, o que corresponde a 7,2% da população de 15 anos ou mais. A Paraíba possui a quarta maior taxa do País, com 16,3% dos jovens e adultos sem saber ler e escrever.
 
"Tenho dito sempre que a educação é a base de todas as coisas e defendido que é preciso se investir de forma mais pesada para que o Brasil possa superar todas as suas crises. É essencial que o Governo Federal corte gastos com privilégios para investir em mais escolas e creches. A educação na primeira infância é essencial para garantirmos um futuro mais próspero e alfabetizado", destacou o deputado.
 
O número de 11,8 milhões de analfabetos indica que o Brasil não conseguiu alcançar uma das metas intermediárias estabelecidas pelo Plano Nacional de Educação (PNE) em relação à alfabetização da população com 15 anos ou mais. A meta 9 do PNE determinava a redução do analfabetismo a 6,5% até 2015, o que não aconteceu. A Lei diz ainda que em 2024 o analfabetismo deve estar erradicado do país.
 
Paraíba – Pedro também destacou a taxa de analfabetos na Paraíba que é a quarta maior do País, segundo a última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgada pelo IBGE. Os dados apontam que 16,3% da população paraibana com idade acima de 15 anos não sabe ler, nem escrever.
 
Os dados mostram ainda que a Paraíba só tem índices melhores que Maranhão (16,7%), Piauí (17,2%) e Alagoas (19,4%). "Temos observado a falta de investimentos e de cuidado do atual governo com a educação. Infelizmente o que vemos são fechamentos de escolas e os péssimos números no Ideb. Essa é uma realidade que tem que mudar", disse Pedro.
 
Bandeira de luta – Pedro tem como principal bandeira de luta do seu mandato a educação. Ele é autor da PEC da Nova Educação, que cria o Magistério Nacional, investindo na valorização do professor. O tucano defende mais investimentos na educação e uma maior atenção para a educação na primeira infância, pois ela é a base de formação dos futuros cidadãos.
 
Assessoria 
 

Fonte: Assessoria

Notícias + Lidas