Jampa News

11/06/2018 às 17:58

Oposição questiona falta de confiança de Cartaxo em Marcos Vinícius e critica postura de Manoel Jr.

Clima de desconfiança impera entre Marcos e Cartaxo Clima de desconfiança impera entre Marcos e Cartaxo

O líder da oposição em João Pessoa, Leo Bezerra (PSB) criticou a falta de confiança que o prefeito Luciano Cartaxo (PV) teve ao seu aliado político, o presidente da Câmara Municipal, Marcos Vinicius (PSDB). Isso porque Cartaxo viajou desde o último sábado para a Polônia e não cedeu para que o tucano assumisse durante sua ausência da Prefeitura de João Pessoa.
 
“Eu não entendo o que o prefeito Luciano Cartaxo está querendo fazer com a Prefeitura de João Pessoa. Eu acho melhor, e seria o mais justo, que o prefeito entregasse o cargo e assumisse verdadeiramente a condição de coordenador de campanha de seu irmão. Ele que tirasse uma licença e entregasse a Câmara ao vereador Marcos Vinicius. Ele se ausentou por 10 dias e ele só precisava comunicar à Câmara. Mas sequer o vice-prefeito pode assumir o cargo de prefeito da cidade. A que estado nós chegamos e estamos?”, questionou.
 
Léo ainda apontou que o vice-prefeito de João Pessoa Manoel Júnior não estaria disponível para assumir a Prefeitura enquanto Cartaxo viaja por estar dedicado à sua pré-campanha para senador.
 
“Aí ele não pode assumir porque é candidato a senador. A que ponto chegamos? Ele foi candidato a vice na outra eleição para que? Qual foi o intuito que Manoel Junior colocou seu nome à disposição para ser vice? Para na hora que o povo precisa dele como vice, ele abandonar?”, perguntou.
 
Ele ainda afirmou que o modelo de gestão defendido pelos irmãos Lucélio e Luciano Cartaxo não é o ideal para o Estado da Paraíba.
 
“Eu acho que a população de João Pessoa não merece esse modelo de gestão que o prefeito Luciano Cartaxo vem adotando. Eu acho que ele ficou indignado por não ter seu nome preterido como candidato a governador naquela época, consegui ainda emplacar o nome de seu irmão, mas como nós vemos, todo mundo vem abandonando o barco. Houve o abandono da ex-deputada estadual Eva Gouveia de sua candidatura, o abandono do senador José Maranhão a união com eles, e Lira que está abandonado pelo bloco. O que existe é uma dificuldade que esse grupo de oposição tem é de se juntar. O que mais me deixa triste é a perspectiva de poder pelo poder. Veja quem é o candidato da oposição, é o irmão do prefeito de João Pessoa e a vice é a esposa do prefeito de Campina Grande. Então é o poder pelo poder”, analisou.
 
 
 

Fonte: Paraibaja

Comentarios da notícia

Notícias + Lidas

Curta nosso Facebook