Jampa News

03/08/2019 às 09:48

Numa demonstração de lucidez e serenidade, João Azevedo sugere que bancada federal evite críticas a Bolsonaro

Se já houve ou não a interferência do novo secretário de Comunicação do governo, jornalista Nonato Bandeira, nomeado nesta sexta-feira (2) para o cargo e que sempre pontuou decisões de maneira racional e equilibrada, o fato é que o governador João Azevedo tomou uma posição das mais lúcidas durante uma reunião com a bancada federal, que representa a Paraíba na Câmara Federal, ao sugerir que minimize a polêmica e as críticas ao governo do presidente Jair Bolsonaro, uma decisão digna de um estadista verdadeiramente preocupado com os destinos do estado, afinal de contas, é uma briga desigual e uma queda de braço que não interessa a ninguém, exceto quem está sem mandato e tentando ganhar notoriedade e espaço na mídia para evidenciar o nome para embates políticos futuros, como é o caso do ex-governador Ricardo Coutinho.
 
“Não é interessante para gente comprar briga com o governo federal. Não interessa. Entramos de gaiato no navio após uma frase de efeito do presidente. Não podemos comprometer os paraibanos. A Paraíba precisa do governo federal até em função dessas reformas, como a tributária, para trazermos recursos para Paraíba”, disse o deputado federal Damião Feliciano, que participou do encontro.
 
“Tratamos da agenda que estará em pauta no segundo semestre na Câmara dos Deputados. A securitização dos estados, a reforma tributária, recursos para Paraíba e ajudarmos no distensionamento desse clima entre governo federal com o governo do Estado, até porque a nossa relação é em favor dos paraibanos, se tem uma bandeira que nos une é a bandeira da Paraíba, independente de quem seja situação ou oposição”, reforçou o coordenador da bancada, deputado Efraim Filho.

Fonte: MOMENTOPB com portais

Notícias + Lidas