Jampa News

11/07/2018 às 10:14

Lira parte sem deixar saudade e desperdiça a oportunidade de agradecer aos que lhe ajudaram politicamente

Lira trabalhou para derrubar Dilma e empossar Temer Lira trabalhou para derrubar Dilma e empossar Temer

Certas personalidades abandonam a vida pública sem deixar rastros nem saudades. Uma delas é o senador “biônico” Raimundo Lira cujo protagonismo enquanto exerceu o mandato foi melancólico e trágico para a incipiente democracia que se instalava no país. 
 
Parte sem deixar saudade e com um arsenal de promessas aparentemente não cumpridas haja vista o abandono a que foi relegado por prefeitos, deputados e vereadores, ao ponto de desistir da reeleição constatada sua anorexia política.
 
Sem empatia com o eleitor e com os paraibanos, resultado de sua postura pernóstica, de lorde inglês nascido nos confins de Cajazeiras, Lira podia abandonar a carreira de forma menos melancólica se tivesse a grandeza de reconhecer o esforço que foi feito para que pousasse de liderança política à custa do prestígio alheio e passasse o que resta do mandato para seu suplente, o ex-vereador Tavinho Santos, cujo esforço na campanha que elegeu Vitalzinho jamais foi reconhecido pelo senador de pacotilha. 
 
Mas seria esperar demais de quem nunca teve um gesto de humildade na vida e angariou fama de boçal e arrogante na faina incessante para amealhar o vil metal.
 
Lira recolhe-se a sua insignificância política sem essa generosidade, sem esse agradecimento aos que arregaçaram mangas para erguê-lo às alturas que os seus méritos de mercador de templos jamais o conduziriam. (Jampanews)
 
Senador paraibano diz que decisão de não disputar reeleição é definitiva
 
O senador Raimundo Lira (PSD) afirmou que o partido permanece onde está e citou que sua decisão de não disputar a reeleição é definitiva.
 
Ele ainda mencionou que vai participar das eleições, mas discretamente.
 
– A minha decisão foi tomada com muita meditação, muito critério e é definitiva. Vou participar das eleições, mas vou participar discretamente – disse
 

Fonte: Redação/portais

Curta nosso Facebook