Jampa News

05/02/2019 s 08:42

Joo projeta um Governo de realizaes em meio a um mar de denncias

Joo tem enfrentado turbulncias provocadas pela gesto de Ricardo Joo tem enfrentado turbulncias provocadas pela gesto de Ricardo

Não deixa de ser ambicioso o plano de governo de João Azevedo a se considerar a mensagem que enviou a Assembleia nesta segunda-feira abrindo os trabalhos legislativos que, no entanto, serão efetivamente iniciados no final de fevereiro. 
 
Numa demonstração de confiança e euforia o governador anunciou investimentos na ordem de 1 bilhão de reais em ações que devem contar com apoio dos deputados mesmo daqueles que durante as eleições para a Mesa Diretora demostraram nítida intenção em estabelecer uma relação mais independente entre os poderes.
 
Dentre as metas anunciadas, João deu ênfase para a retomada do Centro Hoteleiro de João Pessoa, incluído no Projeto Costa do Sol idealizado na década de 80, pelo então governador Tarcísio Burity, o homem que organizou o desenvolvimento do Estado para os próximos 50 anos, ao elaborar um plano diretor cujas metas estão sendo seguidas à risca pelos Governos socialistas.
 
Quanto à área da Segurança Pública cuja mediocridade foi festejada com pífios índices e redução da violência pautada apenas na diminuição de assassinatos sem dar importância para outras modalidades que aproveitaram para evoluir de forma assustadora como os ataques ao patrimônio, números escandalosos, mas que não incomodam o Governo. Seria preciso João entender que com essa turma que está no comando não se deve nem se pode esperar muito.
 
João Azevedo anuncia também investimentos na área de comunicação da Segurança, exatamente onde mora o perigo já que se sabe que tubarões rondam ao redor já manipulando empresas vinculadas e subordinadas a patentes as mais elevadas da corporação militar, prontas e atentas para esses investimentos que podem significar um veio extraordinário semelhante ao que está acontecendo na Cruz Vermelha onde à frouxidão do Governo possibilitou que os espertalhões de todas as gestões se fartassem com os recursos públicos, e por tudo isso é preciso ficar atento aos abutres de fardas.
 
O Governo de João, cujo resultado eleitoral acenava para um início tranquilo entrou numa zona de turbulência que pode se agravar depois que a base parlamentar do Governo sinalizou para uma relação que se afasta da subordinação pretendida e que norteou a convivência dos poderes Executivo e Legislativo nesses últimos oito anos.
 
De acordo com o presidente eleito para comandar a Assembleia pelos próximos quatro anos, Adriano Galdino, é preciso não confundir fidelidade com subserviência.
 
Em mensagem à ALPB, João anuncia investimento de R$ 1 bilhão na Paraíba
 
O governador João Azevêdo apresentou, nesta segunda-feira (4), durante sessão solene de abertura dos trabalhos da Assembleia Legislativa, as metas de sua gestão aos deputados estaduais. Em sua mensagem, o chefe do Executivo destacou que o governo tem “uma programação elaborada que vai dos próximos 100 dias até os próximos 48 meses” e deve investir, apenas em 2019, recursos da ordem de R$ 1 bilhão em todas as regiões do Estado.
 
Dentre as ações programadas para a área de recursos hídricos, está a garantia de verbas para o andamento das obras do canal Acauã-Araçagi e a viabilização, junto ao Ministério do Desenvolvimento Regional, da execução do terceiro eixo da transposição do Rio São Francisco. Além disso, a gestão irá destinar R$ 9 milhões para a recuperação de barragens em 23 municípios.
 
ALPB
 
João Azevêdo também anunciou a reforma e a requalificação da Maternidade Frei Damião, em João Pessoa, que passará a oferecer mais vagas, segurança e tranquilidade para as mães paraibanas.
 
Em relação à segurança pública, adiantou que o governo irá investir na implantação do Batalhão Motorizado, na ampliação do Sistema de Rádio Comunicação Digital e na instalação de Centros de Monitoramento e Controle em municípios estratégicos. “Além de redução em todos os índices relacionados à prevenção e combate à violência, investimento em logística e inteligência irão proporcionar o equacionamento necessário para que, além da continuada queda da criminalidade em nosso Estado, a sensação de segurança possa chegar à população no mesmo patamar”, enfatizou em sua mensagem.
 
Ele também anunciou a segunda fase do programa “Caminhos da Paraíba”, que irá priorizar, a partir de agora, a interligação entre regiões, com o objetivo de criar novos espaços de produção e circulação de mercadorias.
 
O governador  também assegurou que o projeto Costa do Sol sairá do papel. Segundo ele, o edital para a seleção de empresas interessadas na construção de hotéis nas proximidades do Centro de Convenções será lançado em breve.
 
O chefe do Executivo estadual ainda destacou, em seu pronunciamento, a realização de concurso público que oferecerá mil vagas para a Educação, a ampliação das Escolas Cidadãs Integrais, o pagamento dentro do mês trabalhado do funcionalismo público, o reajuste salarial do magistério e a redução nas contas de energia que beneficiará cerca de 500 mil paraibanos. “Harmonizar interesses, equacionar recursos, estabelecer prioridades e perseguir avanços são as linhas inseridas nas páginas reservadas para os próximos quatro anos”, acrescentou.
 
Prestigiaram a solenidade, o presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, Márcio Murilo da Cunha Ramos; o procurador-geral de Justiça, Francisco Seráphico; e secretários de Estado.
 

Fonte: redao/portais