Jampa News

04/06/2019 às 09:34

Deputado Jeová participa de plenária preparatória que debateu mobilização do dia 14 contra cortes na Educação e outros retrocessos

A mobilização nacional, que acontece no próximo dia 14 de junho, contra a reforma da previdência, os cortes nas universidades públicas e essa política do governo Bolsonaro que favorece os banqueiros e grandes capitais em detrimento da imensa maioria da população brasileira, teve importante plenária preparatória, nesta segunda-feira (03), à tarde, no Campus da UFPB, em João Pessoa. Convocada pelo deputado federal, Gervásio Maia Filho, com apoio do deputado estadual Jeová Campos, o evento que definiu estratégias de mobilização para a Paraíba, teve ainda a participação do deputado federal, Alessadro Molon, do PSB do Rio de Janeiro.
 
 "A mobilização popular é a única forma da população brasileira mostrar que não concorda com esses cortes na Educação, que não aceita esse projeto de Reforma da Previdência, que não quer que o capital nacional seja dado de graça, enfim, o povo nas ruas mostrará sua indignação diante deste cenário e passará um recado de que o Brasil precisa ter políticas públicas voltadas a maioria e que não aceitará essa política implementada pelo governo Bolsonaro", disse Jeová.
 
O deputado tem feito reiterados discursos na ALPB com duras críticas ao governo federal, especialmente, contra o projeto de reforma da previdência, além de participar de audiências públicas e plenárias esclarecendo os prejuízos que ela trará ao trabalhador brasileiro se for aprovada da forma como tramita no Congresso Nacional. "Essa reforma da forma como ela está sendo proposta é um crime contra o trabalhador brasileiro que terá que trabalhar mais tempo e receberá menos quando se aposentar. Ela é, na realidade, uma iniciativa que beneficia banqueiros e o capital especulativo. O povo tem que ir às ruas e dizer não a tudo isso e vamos fazer isso no dia 14 de junho", finaliza Jeová. 

Fonte: Assessoria

Notícias + Lidas