Jampa News

15/12/2018 s 07:49

Corrida do Bem arrecada R$ 140 mil e 4 toneladas de alimentos para o Napoleo Laureano

Este ano foram vendidos 2 mil kits para uma corrida que foi dividida em trs provas: Este ano foram vendidos 2 mil kits para uma corrida que foi dividida em trs provas:

A segunda edição da Corrida do Bem, realizada em João Pessoa no último dia 9 de dezembro, foi um sucesso de público com a participação de três mil corredores demonstrando solidariedade aos pacientes de câncer. O evento, organizado pela Frente Parlamentar de Combate ao Câncer da Assembleia Legislativa (ALPB) e pelo Hospital Napoleão Laureano, arrecadou R$ 140 mil e quatro toneladas de alimentos. O dinheiro será destinado à compra de medicamentos e os mantimentos garantirão as refeições dos pacientes que estão em tratamento na unidade hospitalar.

 
Para o presidente da Frente Parlamentar de Combate ao Câncer, Bruno Cunha Lima, os paraibanos mostraram mais uma vez que têm um coração generoso, capaz de ajudar as pessoas que lutam contra o câncer. Segundo ele, a corrida foi criada com o objetivo de melhorar o atendimento às pessoas acometidas com a doença, alertar para a importância da prevenção e tratamento digno para os pacientes portadores de câncer.
 
O diretor clínico do Napoleão Laureano, Fernando Carvalho, agradeceu a participação de todos os corredores, dos 40 parceiros que contribuíram com a realização da Corrida do Bem, além do Ministério Público, Defensoria Pública e da imprensa paraibana. "É muito bom ver que muita gente se preocupa com o bem estar dos seus semelhantes e isso podemos ver com a realização dessa segunda edição da corrida. Nós do Napoleão Laureano só temos a agradecer a cada uma das pessoas envolvidas", disse.
 
Este ano foram vendidos 2 mil kits para uma corrida que foi dividida em três provas: 3km, 5km e 10km. A primeira com percurso do local da largada até o Açaí V2 (Manaíra); a segunda até o Mag Shopping (Manaíra); e a terceira até o Iate Clube (Bessa). Os participantes também fizeram a doação de alimentos não perecíveis.
 
O Napoleão Laureano há 56 anos atende pessoas com câncer de toda a Paraíba e até de outros estados. A unidade recebe mais de 70% dos pacientes portadores de câncer da Paraíba, sendo que 90% desses atendimentos são realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Por ano, o hospital atende uma média de 36 mil pacientes em tratamento de quimioterapia e realiza cerca de 120 mil atendimentos de crianças e adultos no ambulatório.
 

Fonte: Assessoria