Mais um que abandona Ricardo e segue a coerência de João; Tibério honra as calças e rejeita cargos no PSB

Continua o desmoronamento da liderança do ex-governador Ricardo Coutinho depois que golpeou a autonomia do partido e dissolveu o Diretório Estadual ressabiado com os afagos desprendidos pelo governador João Azevedo ao seu antigo escudeiro e presidente da legenda, Edivaldo Rosas, prestigiado com cargo de confiança na atual gestão.

Para Ricardo restaram as saias, porque as calças debandaram para o governador e agora é a vez do vereador da capital, Tibério Limeira, sinalizar que fica com a coerência chamada João Azevedo, abdicando de qualquer cargo na legenda em razão do gesto, que considerou como golpe e como um atentado a democracia interna, que deve pautar o PSB.

Tibério ameaça sair em protesto a violência contra a democracia interna do partido

Cada vez mais reduzido ao ciclo feminino do partido Ricardo contaria apenas com as anáguas para preservar sua liderança abalada pela truculência da dissolução partidária agravada pela falta de informações sobre a lista de adesão ao ato que espatifou a unidade do PSB na Paraíba.

São muitas as defecções apontando para uma revoada que deve se concretizar com a saída de João Azevedo do partido e imensa a expectativa para o novo cenário que deve ser descortinado pelas próximas edições do Diário Oficial, acompanhado nesses dias de turbulências com o interesse que os capítulos de novela despertam na plateia em delírio e em suspense.

Restou a Ricardo o ardor e a devoção de suas amazonas

Há uma grande expectativa entre os girassóis sobre as próximas edições. Segundo comentários, apavorantes, elas virão repletas de exonerações dos que seguiram a linha de hostilidade demarcada pelo ex-governador Ricardo Coutinho e pouca coisa deve restar do que foi o jardim dos girassóis, substituído pelos novos companheiros de partido, sequiosos dos espaços ainda ocupados pelos denominados “raízes”.

O vereador Tibério se despede criticando atos golpistas e violências contra a democracia interna do partido. Abaixo a nota que distribuiu com a Imprensa:

Tibério renuncia cargo no diretório do PSB da Capital e reafirma apoio a João Azevedo

Leia nota na íntegra:

Companheiros e companheiras,

Estou filiado e militante do PSB desde 2003 e já vivi muitas histórias na construção desse partido, por isso não há como calar diante das medidas antidemocráticas adotadas no último mês, diante do golpe dado no Diretório Estadual, da falta de transparência em relação à lista de pessoas que renunciaram na instância estadual e da péssima condução da direção nacional do PSB.

E por não ter visto nenhuma sinalização de que isso possa ser revisto, não há outra saída, para mim, que não seja a entrega do cargo que ocupo no diretório municipal.

Continuo defendendo que os fins não justificam os meios e que a nossa defesa da democracia deve passar, necessariamente, pelo respeito à democracia dentro do nosso partido.

Então, com esse quadro posto, reafirmo que continuarei honrando a minha função de filiado, enquanto no partido eu estiver, porém, renuncio a qualquer cargo ou função na direção partidária.

Esse é um momento triste, porém é necessário que façamos as nossas escolhas para a caminhada na politica. Eu, prefiro resguardar a minha coerência e seguir junto ao Governador João Azevedo, escolhido pela unanimidade do PSB, para dar sequência a esse projeto coletivo que vem transformando a Paraíba.

TIBÉRIO LIMEIRA
Vereador

Leave a comment