João Azevedo

João precisa usar a caneta e o diário para limpar a área, recomendam estrategistas e feiticeiros políticos, dispostos assombrar Ricardo

Depois de se apossar do PSB, hoje um partido em vias de se tornar nanico, o ex-governador Ricardo Coutinho, com uma desfaçatez de estarrecer os mais descarados, acena o lenço branco para o governador João Azevedo e diz que está disposto ao diálogo. Ricardo tem agido como macaco em loja de porcelana desconhecendo os estragos causados e ignorando os cacos produzidos por sua intempestividade crônica.

Do PSB, resta pouca coisa e o pouco que resta já reluta em permanecer no meio dos destroços, causados pela intervenção violenta, e já pisca os olhos de enamorado, postado à janela, à procura de um novo amor.

E são tantos a abandonarem a mesa do que já foi à Casa Grande na Paraíba, onde a fartura regada a vinho cevou muita gente, que o convite para comer pão com ovo foi rejeitado de forma peremptória pelos pantagruélicos socialistas.

Sem os anéis, apenas com os dedos sujos, pelo respingar da lama que escorre das investigações policiais, e cuja impressão digital pode ser identificada a qualquer tempo no emaranhado das delações, Ricardo acena do deserto em que se meteu prometendo a terra de Canaã para quem o acompanhar nessa dispersão.

O socialista deixa para trás, muita gente que já deixou para trás, muita gente em diversas oportunidades, uma clara e ostensiva demonstração de fisiologismo, cujo significado permanece intacto desde quando o neologismo foi criado ainda no tempo da ditadura, e servia para identificar aqueles políticos que só sobrevivem à sombra do Poder.

Esse pessoal, de características camaleônicas, aconchega-se a João como já fizeram quando José Maranhão defenestrou Cássio do Governo, e eles ficaram na moita trabalhando contra o velho, preparando a derrota que se consumaria em 2010, nas urnas.

A capacidade de sobrevivência na rarefeita atmosfera política desse pessoal é impressionante e por várias vezes escaparam da degola, quando as alterações climáticas atingiam níveis de catástrofe. Mas, demonstrando a mesma capacidade das baratas e dos ratos, conseguem
escapar ilesos a qualquer cataclismo. Muitos sobreviveram ao desastre de Cássio, nas urnas, e envergaram a farda do socialismo com o ardor dos cristãos novos permanecendo encrustados no Governo com uma tenacidade de causar inveja às ostras e aos carrapatos.

Dispostos a se entrincheirarem nos redutos, resistindo a todo e qualquer movimento de exclusão, ignorando constrangimentos, desconhecendo a porta aberta por onde poderiam sair com um resto de dignidade, eles já não dão ouvidos ao clamor e a convocação do antigo líder e voltam às costas como se nunca o tivessem visto mais gordo, optando pela continência a quem detém a caneta e o diário.

Mas, também podem ser vistos como cavalos de troia, prontos para solapar o Governo de João, repassando para ele o desgaste dos escândalos e dos muitos inquéritos que respondem na Justiça por peripécias que aviltam a legalidade numa sucessão de processos que recomendam ao Governo atual manter distância dessas fontes de problemas.

Exonerar essas figuras desgastadíssimas e alvo de futuras operações pelo envolvimento e pela aproximação com os que já são réus seria para João a solução ideal. Só assim poderia verdadeiramente iniciar sua gestão compondo sua equipe com pessoas de sua extrema confiança e que não façam jogo duplo.

Sabe-se que a quase totalidade dos cargos comissionados estão nas mãos desse pessoal de origem raiz, e a exoneração desse exército fortaleceria o time da casa, aquele que vem dando apoio e demonstrando fidelidade desde o princípio da gestão.

Para limpar essa área é só não ter medo de usar a caneta e o diário e deixar de lado os escrúpulos de lealdade e gratidão para com quem nunca teve conhecimento do significado pleno dessas virtudes.

O final de semana é sempre um bom momento para editar o DO principalmente quando ele vem recheado de exonerações, capazes de fortalecer o ânimo de uma tropa que já cansou de esperar na portaria do Cine Jaguaribe.

Daqui desejamos um bom final de semana e uma ótima segunda-feira repleta de realizações.

Leave a comment