Idosos respondem por 29% da demanda total de atendimentos do Complexo Regional de Patos

“Hoje, a política pública de saúde, precisa realmente trabalhar em rede ter um cuidado longitudinal para a saúde da pessoa idosa, já que a expectativa de vida nas últimas sete décadas aumentou 30 anos, passado de 45,4 para 75,4 anos, em 2015. O envelhecimento da população já é uma realidade e será ainda mais, tanto que estima-se que o número de idosos, em 2030, ultrapassará o número de crianças e adolescentes de zero a 14 anos”, disse a diretora geral do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro, de Patos, Liliane Sena, ao apresentar dados da unidade durante sua participação, nesta quarta-feira (06), na audiência pública da Câmara Municipal, que discutiu a situação da pessoa idosa no município. Números de atendimentos do Complexo atestam que, de janeiro a outubro deste ano, foram realizados 40.388 atendimentos, dos quais 29% foram direcionados aos pacientes idosos.

Ainda segundo Liliane, de cada dez pacientes que dão entrada no setor de Urgência e Emergência do Complexo, dois precisam ficar internados na unidade que atende, em média, mais de 1000 idosos/mês. Somente este ano, o Hospital registrou a internação de 5.484 internamentos, dos quais, 2.477 eram de pacientes idosos. “Vale destacar ainda que além de expressiva, a internação de idosos requer um cuidado especial, pois ela é mais delicada nesta faixa etária e temos que direcionar todos os esforços para que o paciente volte o mais rápido possível para o convívio de sua família e para o ambiente que ele já está habituado a viver”, reiterou a diretora do Complexo.

Segundo a diretora do Complexo, entre as causas mais comuns de internação de idosos na unidade está problemas respiratórios, que correspondem a 19% do total de atendimentos, seguido de queda de própria altura, com um índice de 10%. Na questão das quedas, segundo Liliane, algumas resultam em intercorrências que necessitam de intervenção cirúrgica o que amplia a permanência do idoso no hospital.

 

A audiência pública, proposta pelo vereador Sales Júnior, contou com a presença de representantes do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa, da Pastoral da Pessoal Idosa e de setores da sociedade civil, que atuam diretamente na rede de proteção ao idoso na cidade de Patos e ainda com a participação de representantes da OAB, do INSS, da Gerência de Saúde, entre outros representantes de instituições e órgãos. Durante a plenária, foram tratados temas relacionados não apenas a saúde, mas, também a situações de abandono, violência e negligência praticada contra a pessoa idosa no âmbito do município de Patos.

Assessoria

Leave a comment