Depois de 256ª edições, Romaria da Penha tem participação de governador para planejar segurança; oremos para que tudo dê certo

O poder tem caminhos intrincados e difíceis de percorrer para quem não possua a habilidade dos carneiros monteses, aquele equilíbrio indispensável para manter-se ileso e em ação à beira dos precipícios.

Nesse escorregadio e precipitado mundo da política, aqueles relevos montanhosos, onde os carneiros correm céleres e confiantes, parece brincadeira de criança em pula-pula de parque de diversão.

Tem gente no Governo revelando essas habilidades

Na atualidade política da Paraíba, onde o hoje e o amanhã podem precipitar alguém nos abismos da Operação Calvário tem gente imitando os carneiros monteses e se mantendo na corda bamba do poder à custa de muito malabarismo.

Tudo serve para demonstra força e prestígio até recorrer ao terceiro time, àquela escalação que os técnicos mandam a campo para enfrentar adversários de pouca expressão.

Ontem, sexta-feira (22) uma reunião simplória e recorrente a cada ano, reuniu o time reserva do poder paraibano, já que todos os titulares estão empenhados em compromissos no exterior e o estado está sendo conduzido pelo esquadrão reserva.

Romaria da Penha pode operar milagres no Governo

Reserva, mas suficiente para emprestar prestígio a quem se encontra politicamente debilitado e quase sem acesso aos titulares.

Com o pretexto de planejar uma romaria que se realiza há mais de dois séculos e que reúne uma multidão no seu trajeto – a da Penha na sua 256ª edição, o governador em exercício, Márcio Murilo, foi atraído para o Comando Geral da Polícia Militar, onde pousou ao lado de um comandante claudicante no cargo e necessitado de transfusão política para transmitir força aos comandados.

Nos seus mais de 250 anos, pela primeira vez na sua longa história, a Romaria da Penha se presta para um governador participar de uma reunião “estratégica” visando estabelecer ações de policiamento algo absolutamente inovador e que deve entrar para o currículo de Márcio Murilo graças a recorrente vocação do coronel de tirar proveito de situações banais para se promover.

Márcio Murilo foi conferir planejamento policial para Romaria da Penha, o primeiro em 256ª edições

A foto do time do poder mostra os desfalques, onde apenas os reservas foram emprestar aquela força ao combalido coronel a começar pelo governador em exercício (Márcio Murilo) passando pelo presidente da Assembleia (Genival Matias) e a emblemática ausência do secretário de Segurança (Jean Francisco) ainda convalescendo do golpe sofrido com a presença do espião nos arredores do seu gabinete substituído pelo executivo Lamark Vítor, o mesmo que deu fuga ao araponga e não se sabe se recebeu a anuência do chefe para representar a pasta.

Comandante manobra com time reserva para mostrar força e prestígio

Mas para quem estar necessitado urgentemente de transfusão, essas presenças servem de alento e passam a impressão de força para o interior da caserna onde uma rápida enquete entre dezenas de oficiais demonstra que a reunião teve esse objetivo: o de mostrar prestígio, somente e apenas isso.

Para muitos membros da corporação, o coronel ainda ruge como um leão, mas sem dentes.

Versão oficial da reunião:

Governador em exercício discute esquema de segurança para Romaria da Penha

De acordo com o comandante geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, a Polícia Militar estará com mais de 800 policiais, além do auxílio de câmeras de monitoramento e o uso de drones.

governador em exercício Márcio Murilo da Cunha Ramos participou, na tarde desta sexta-feira (22), de uma reunião no Comando Geral da Polícia Militar, em João Pessoa, oportunidade em que dialogou com representantes das forças de segurança da Paraíba sobre o esquema organizado para a 256ª Romaria de Nossa Senhora da Penha, que acontece neste sábado (23), reunindo cerca de 500 mil pessoas.

Na ocasião, o governador em exercício ressaltou a relevância do trabalho das forças de segurança da Paraíba e parabenizou a todos pela política pública implantada no estado. “São as Polícias Militar e Civil que fazem funcionar de forma exitosa a segurança no estado. De acordo com os dados, a Paraíba está melhorando na área da segurança e com isso a população tem mais tranquilidade. Viemos aqui para parabenizar e agradecer os profissionais da segurança pelo trabalho. Que os três Poderes sigam integrados com uma boa relação institucional para servir melhor a população paraibana”, disse Márcio Murilo.

Cerca de 1.500 homens e mulheres da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar e de outros órgãos que compõem o Sistema de Segurança nas esferas estadual e municipal vão atuar na 256ª Romaria da Penha. A caminhada tem início às 22h, saindo da Igreja de Nossa Senhora de Lourdes, no Centro da capital e seguindo até o Santuário da Penha.

De acordo com o comandante geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, a Polícia Militar estará com mais de 800 policiais, além do auxílio de câmeras de monitoramento e o uso de drones. “Nessa reunião buscamos expor um pouco sobre o esquema de segurança que será executado na Romaria da Penha. A corporação ainda vai contar com a presença dos policiais do Canil, além de 15 Pontos de Observação Policial, duas plataformas e disciplinadores de público. Tudo com a intenção de garantir a segurança e a paz neste ato de fé”, pontuou o comandante.

“Tivemos uma reunião muito positiva que contou com representantes de vários setores da Segurança Pública. É uma honra para nós receber o governador em exercício, que demonstrou sua consideração pelo trabalho das forças de segurança”, observou o secretário executivo da Segurança e Defesa Social, Lamark Victor.

O delegado geral da Polícia Civil, Isaías Gualberto, também esteve presente na reunião no Comando Geral e comentou: “Esse momento simboliza o reconhecimento do desembargador e governador em exercício do nosso estado pelo trabalho das polícias paraibanas. Estamos sempre trabalhando para servir bem a sociedade”, disse.

“Hoje temos uma integração entre os Poderes e isso é muito importante para a continuidade do desenvolvimento do Estado. Na segurança, podemos perceber os avanços que a Paraíba vem alcançando, por isso, como representante do Poder Legislativo, muito me honra participar dessa reunião com o governador em exercício para tratar de um tema tão relevante para a sociedade”, falou o presidente em exercício da Assembleia Legislativa, deputado Genival Matias.

Leave a comment