CMJP comemora Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência e 30 anos da Funad

Parlamentares, educadores e representantes do segmento destacaram as dificuldades enfrentadas pelas pessoas que convivem com algum tipo de deficiência e cobraram ações do Poder Público

A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) realizou, nesta quarta-feira (18), uma sessão especial alusiva ao Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, celebrado no dia 21 de setembro em todo país, e em comemoração aos 30 anos da Fundação Centro Integrado de Apoio à Pessoa com Deficiência (Funad). A sessão foi proposta pelo vereador Tibério Limeira (PSB).

 

Estiveram presentes professores, educadores, funcionários e representantes da Funad; além de representantes da Associação Integrada Mães de Autistas (AIMA), da Câmara Municipal de Bayeux, do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CEDPD) e do Fórum Paraibano da Pessoa com Deficiência. A vereadora Helena Holanda (PP) secretariou os trabalhos.

 

Tibério Limeira falou da importância das datas comemorativas para alertar sobre os problemas enfrentados pelas pessoas com deficiência, e destacou o trabalho realizado pela Funad, desde a sua fundação até os dias de hoje. Ele ainda elogiou as ações desenvolvidas pela presidente da instituição, Simone Jordão, e por toda a equipe de servidores e educadores. 

 

De acordo com o parlamentar, a Funad conta com uma equipe multidisciplinar de referência nos serviços especializados de habilitação e reabilitação física, auditiva, visual e intelectual, bem como atua capacitando pessoas com deficiência para o mercado de trabalho, em parceria com entidades públicas e privadas. “A instituição conta com mais de 400 funcionários e atende mais de cinco mil usuários por mês, de toda a Paraíba, realizando serviços de triagem, diagnóstico e reabilitação em várias deficiências”, ressaltou.

 

Com base em dados do último Censo, de 2010, Tibério informou que a região Nordeste possui a maior incidência de pessoas com deficiência do país – cerca de 26,6% da população, e a Paraíba ocupa o segundo lugar no ranking dos estados por população residente. “O  censo aponta que mais de mil paraibanos possuem algum tipo de deficiência. Isto é, 27% da população paraibana tem algum tipo de deficiência visual, auditiva, motora ou mental, em diferentes graus de severidade”, disse o vereador. 

 

Além de Tibério, a mesa da sessão foi composta pela vereadora Helena Holanda; pela presidente da Funad, Simone Rangel; pela presidente da A-IMA, Elaine Cristina; pelo vice-presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Hellosman Oliveira; pela vereadora de Bayeux, Luciene de Fofinho (PSB); e pela representante do Fórum Paraibano da Pessoa com Deficiência,  Karol Vieira.

 

A vereadora Helena Holanda lembrou de suas participações em eventos e manifestações em defesa das pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. De acordo com ela, são 43 anos de muita luta e de reivindicação por mais acessibilidade, direitos e pelo cumprimento das leias existentes. 

 

Dirigentes destacam importância da Funad e cobram ações 

 

A presidente da Funad, Simone Jordão, agradeceu o espaço cedido pela Casa, parabenizou a inciativa de Tibério, destacou a parceria que tem com o vereador socialista nas lutas em benefício do segmento, e enalteceu as ações da instituição. “Essa instituição é um exemplo, pelo seu formato, em relação aos outros estados”, observou.

 

Simone disse que o momento é de comemoração pelas conquistas obtidas, ao longo dos anos, pelas pessoas com deficiência. “Mas, precisamos continuar avançando”, avaliou. Hellosman Oliveira fez críticas à Gestão Municipal por não executar um plano de mobilidade urbana que melhore a vida das pessoas com deficiência, e cobrou da classe política um engajamento maior e mais efetivo em defesa do segmento. Ele fez elogios à qualidade do corpo técnico e funcional da Funad. 

 

Pela A-IMA, Elaine garantiu que a associação busca sempre ter mais visibilidade e reconhecimento na busca por políticas públicas que favoreçam as pessoas com autismo. Ela ressaltou que a Funad foi um divisor de águas no tratamento das pessoas com Transtorno do Espectro Autista e que os profissionais da instituição são humanizados. 

 

Por sua vez, Karol Oliveira entregou aos vereadores Tibério Limeira e Helena Holanda uma carta do Fórum Paraibano da Pessoa com Deficiência, “Inclusão e Cidadania”, dando ênfase ao Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência. No documento, o Fórum pede igualdade de oportunidades, cumprimento das leis e torna pública a disposição de lutar pelos direitos, além de convidar a sociedade a abraçar a causa. 

 

Durante a sessão, houve a apresentação do coral da Funad e a apresentação de um vídeo institucional sobre as atividades e funcionamento da instituição. 

 

Paulo de Pádua

 

Leave a comment