João vai ao gabinete de Julian Lemos e discute com o deputado de Bolsonaro assuntos de interesse do Estado

O governador João Azevedo parece querer acentuar as diferenças de estilo entre ele e seu antecessor Ricardo Coutinho ao construir pontes por onde possam trafegar as muitas diversidades políticas do estado.

Desde que assumiu o governador tem dado sobejas demonstrações de que Governa para todas as tendências do estado, para todas as regiões, e para todos os paraibanos, numa versatilidade incomum na política estadual, onde as picuinhas e divergências terminavam se transformando em barreiras, que atravancavam os interesses maiores do estado.

João se coloca a disposição de quem quer trabalhar pelo Estado

Foi assim quando abriu caminho para as obras do Porto de Capim, emperradas por questões muito mais políticas do que técnicas, da mesma forma quando abriu mão da paternidade das obras do VTL de Campina Grande e também quando sentou com diversas entidades ligadas ao funcionalismo público, demonstrando um espirito vocacionado para o diálogo e a convergência.

Ganhou o respeito e a simpatia dos paraibanos, exaustos de tanta intransigência e autoritarismo, e acima de tudo o respeito da classe política tratada no relho por muito tempo, e que sentiu a aragem de civilidade que soprava do Palácio da Redenção, até então reduto de intolerância e soberba.

Esse estilo conciliador e afável chegou ao gabinete do deputado federal Julian Lemos, um representante do poder central com quem João já tinha aparado algumas estocadas, mas que nesse encontro reconheceu o espirito público do governador paraibano e saudou com entusiasmo esse principio de conversa, onde a Paraíba e os paraibanos ganharam destaque e prioridade.

Assuntos referentes à pasta da Segurança foram debatidos entre os dois e o deputado mostrou-se entusiasmado com a capacidade de gestor público do governador com quem conversou sem que as divergências partidárias significassem impedimentos.

A declaração traduz a realidade política que impera hoje na Paraíba de João: “Pelo bem da Paraíba, demos uma aula de política e de desprendimento. Nossa conversa ficou acima de disputas partidárias, olhando para o resultado final que é o bem do povo da Paraíba. Tanto ele falou isso quanto eu”, declarou Lemos.

Leave a comment